Quarta, 03 de Junho de 2020 10:12
75 98891-2472
Política DEMISSÃO DE MORO

Encontro com delegado que chefiaria PF no Rio, não constava da agenda do Presidente.

O encontro foi intermediado pelo diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Alexandre Ramagem, relata Oliveira.

21/05/2020 10h38
Por: Redação
Jair Bolsonaro e Carlos Henrique Oliveira delegado - Foto Rede Sociais
Jair Bolsonaro e Carlos Henrique Oliveira delegado - Foto Rede Sociais

O presidente Jair Bolsonaro omitiu de sua agenda oficial o encontro com realizou com o delegado Carlos Henrique Oliveira, ex-superintendente da Polícia Federal no Rio de Janeiro. Em depoimento, Oliveira afirmou que se encontrou com o chefe do Executivo no ano passado, em novembro, pouco antes da formação do curso de policiais federais, que ocorreu no dia 09 de novembro.

De acordo com Oliveira, o encontro foi intermediado pelo diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Alexandre Ramagem, que chegou a ser contado para o comando da Polícia Federal, mas teve a nomeação barrada pelo ministro Alexandre de Moraes, que se baseou nas declarações do ex-ministro Sergio Moro que acusou Bolsonaro de tentar interferir na PF.

Na agenda do presidente, em todo o segundo semestre do ano passado, não existem registros de reuniões entre Bolsonaro e Carlos Henrique Oliveira. A informação foi revelada pelo jornal O Globo, e confirmada pelo Correio. Na semana em que ocorreu a cerimônia do curso de formação, Bolsonaro se encontrou com Alexandre Ramagem três vezes. 

No dia 02, o presidente se encontrou apenas com Ramagem no horário do almoço. No dia seguinte, um novo encontro, entre às 10h30 e 11 horas. Estiveram presentes, de acordo com a agenda do presidente, Sérgio Moro, ex-ministro de Estado da Justiça e Segurança Pública; Augusto Heleno, do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI); e Ramagem, que já estava na Abin.

No mesmo dia, a tarde, outro encontro envolvendo Ramagem. Desta vez, o vice-presidente, Hamilton Mourão, também estava presente. No dia 07 de novembro, um dia antes do evento do curso de formação, Bolsonaro se encontrou novamente com Alexandre Ramagem. 

Oliveira prestou depoimento à PF pela segunda vez, no âmbito do inquérito que investiga se o presidente Jair Bolsonaro tentou interferir na corporação. Ele afirmou que o encontrou não teve nenhuma pauta específica, e que foi informado que seria para se aproximar do presidente, que na época, desejava trocar o comando da PF no Rio, mas recusava Carlos Henrique ao cargo. 

Apesar da nomeação dele no comando da Polícia Federal no Rio ter sido anunciado pela corporação em agosto, ele só foi oficializado no cargo em novembro.

Encontros entre Bolsonaro e Ramagem em novembro de 2019:

Dia 02 - no horário do almoço no Planalto

Dia 03 - entre 10h30 e 11 horas, também no Planalto

Participantes: Sérgio Moro, ex-ministro de Estado da Justiça e Segurança Pública; Augusto Heleno, ministro-Chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República; e Alexandre Ramagem, Diretor-Geral da Agência Brasileira de Inteligência – ABIN

Dia -03 (a tarde) - encontro entre Bolsonaro e Ramagem conta com aparticipação do vice-presidente Hamilton Mourão e Augusto Heleno

Dia 7 - Novo encontro do presidente com Alexandre Ramagem

Dia 8 - Cerimônia do curso de formação de policiais federais.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias