Quarta, 05 de Agosto de 2020 04:53
75 98891-2472
Entretenimento POLÊMICA

Kelly Key sobre polêmica de foto no banho com o filho: ‘É preciso parar de sexualizar o corpo da mulher’

Comecei a trabalhar com 17, 18 anos, e fiz meu primeiro milhão antes dos 20. A partir de cinco anos de carreira, eu já via a música como hobby, e não como sustento. Diz Kelly Key.

10/07/2020 10h21
Por: Redação
Kelly Key - Foto - Rede Sociais
Kelly Key - Foto - Rede Sociais

 

“Estou com os dois joelhos ralados, a lombar doendo, exausta. Eu me joguei, literalmente. Ousei, fui além do que sou”, contou Kelly Key, por telefone, na última quarta-feira (dia 8), empolgada após gravar o videoclipe de “Montanha-russa”, em que surgirá quase como uma dominatrix. A música é uma das duas inéditas do álbum “Do jeito delas” — referência ao disco “Do meu jeito”, de 2003 —, que a cantora lança nesta sexta-feira (10), com nomes como Preta Gil, Luísa Sonza, MC Rebecca e Pocah trazendo novas versões para dez hits de sua carreira, dentre eles “Baba”, “Anjo” e “Adoleta”. “Cachorrinho”, ela explica, ficou de fora do repertório porque não houve acerto entre as gravadoras dela e da amiga Lexa, que participou da música. Nesta entrevista, a carioca de 37 anos repassa sua trajetória pessoal e profissional.

Mais sensual

“No clipe, investi numa dança nova, sensual e elegante. Trabalhei o meu corpo com uma coreógrafa, porque sou do hip hop, anos 2000, tenho movimentos mais secos. Mas consegui me soltar bastante e explorei a sensualidade. Interpreto uma mulher avassaladora. Vocês não vão ver a Kelly mãe nesse clipe. Aliás, vão, porque sou isso e muito mais. Eu sou também a mãe e dona de casa que, depois de três filhos e um relacionamento de quase 20 anos, sobe ao palco e mostra o que entreguei ali”.

Pioneira do pop feminino no Brasil

“Eu tomei muita surra no início. Acho que as meninas que trabalham com o pop no Brasil hoje ainda passam por isso. Qualquer mulher em posição de ascensão sofre um bocado”.

Montanha-russa na carreira

“Imagino que as pessoas pensem que o ápice de um cantor seja aquele momento em que ele está tocando em todas as rádios e ganhando muito dinheiro. E que as baixas sejam o contrário disso. Mas meus altos e baixos foram emocionais, nos momentos em que eu mais estava em evidência como cantora. Me faltava tempo para tudo, e eu só tinha cansaço, sono. Comecei a trabalhar com 17, 18 anos, e fiz meu primeiro milhão antes dos 20. A partir de cinco anos de carreira, eu já via a música como hobby, e não como sustento. Talvez isso tenha me dado a força para, dez anos depois, pensar em me dedicar a outras coisas. Hoje, estou no meu auge. Consigo equilibrar as minhas escolhas e fazer tudo da melhor forma, me organizar”.

Pausa na música

Kelly Key e os filhos

 

 

“Eu me afastei da música para me dedicar a algo que me desse rotina. Fui ser apresentadora na Record e depois abri o meu canal (no YouTube). Então, eu não tive um momento de estar na merda e querer me reerguer. Paralelamente à minha carreira artística, meus negócios pessoais foram andando. O convite para voltar a cantar veio há cinco anos e eu neguei. Eu planejava ser mãe pela terceira vez, a música não cabia na minha vida. Eu não sou mãe que deixa com a babá. Gosto de assumir tudo, de dar bronca nos filhos a cozinhar pra eles. A maternidade é uma realização pra mim”.

Influenciadora digital

“Meu público de Instagram (8,3 milhões, no total) é 78% de mulheres. Ali tem muitas mães. E maternidade não tem regra, cada um tem uma forma de conduzir. Postei uma foto tomando banho com o meu filho caçula e meu cachorro, o que fazemos uma vez por semana juntos, os três. No dia seguinte, vi a enorme repercussão em 16 mil comentários porque uma mãe pensa diferente de mim. É preciso parar de sexualizar o corpo da mulher, Quando tomo banho com meu filho, ele se habitua a isso e enxerga com naturalidade. Assim como os meninos que brincam com bonecas desde pequenos são pais muito melhores no futuro. Eu quase não tenho hater. E os que se opõem a mim não me abalam”.

Kelly Key no banho com o filho e o cachorro, foto no instagram gerou polémica.

 

Câncer de pele

“Descobri no fim do ano passado, uma bolinha no rosto. Quando a dermatologista tirou e mandou para a biópsia, era um tumor maligno. Voltei ao consultório e tirei mais cinco pintinhas, três pré-cancerígenas. Tudo por causa da exposição exagerada a raios solares. Dos 15 aos 20 anos, fiz muito bronzeamento artificial em câmara, hoje proibido no Rio. Há três semanas, recebi a notícia de que estou curada, graças a Deus. Filtro solar não é um produtinho estético, é remédio”.

 

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Paulo Afonso - BA
Atualizado às 04h53 - Fonte: Climatempo
18°
Muitas nuvens

Mín. 18° Máx. 27°

18° Sensação
14.8 km/h Vento
95.7% Umidade do ar
90% (4mm) Chance de chuva
Amanhã (06/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 28°

Sol com muitas nuvens e chuva
Sexta (07/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 29°

Sol com algumas nuvens
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias