Segunda, 21 de Setembro de 2020 16:04
75 98891-2472
Brasil Operacao Catarata

Os Fatos até agora divulgado sobre a investigação que levou Pedro Fernandes e Cristiane Brasil à prisão.

Cristiane Brasil ex-deputada filha do presidente do PTB Roberto Jefferson.

12/09/2020 07h27
Por: Redação
Pedro Fernades e Cristiane Brasil foram presos na seugunda fase da Operação Catarata, realizada nesta sexta-feira (11)
Pedro Fernades e Cristiane Brasil foram presos na seugunda fase da Operação Catarata, realizada nesta sexta-feira (11)

A segunda fase da Operação Catarata, realizada nesta sexta-feira (11), difere da etapa anterior ao apontar para um núcleo "político" do esquema. Nele, aparecem nomes como o do secretário estadual de educação, Pedro Fernandes; da ex-deputada federal Cristiane Brasil; do ex-deputado estadual Sergio Fernandes; e João Marcos Borges Matto, ex-diretor de administração financeira da Fundação Leão XIII.

As investigações do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) e da Polícia Civil, através da Corregedoria Geral de Polícia Civil (CGPC) abordam supostos desvios em contratos de assistência social, entre os anos 2013 e 2018.

O esquema organizava concorrências fraudulentas para beneficiar a escolha de uma mesma empresa e seus responsáveis para o comprimento dos contratos. Para isso, seriam fornecidas propinas para os políticos à frente das pastas que solicitavam os serviços a serem prestados a projetos sociais do município e do estado.

De acordo com as investigações, o núcleo político viabilizava as fraudes licitatórias em suas pastas, mediante recebimento de “propina” que variava entre 5% e 25% do valor pago pelo contrato. Com isso, os prejuízos somam R$ 20.676.442,80 para o município do Rio em decorrência do projeto social Qualimóvel e para a Fundação Estadual Leão XIII, R$ 29.772.000 pelo Agente Social e R$ 66.571.100 pelo Novo Olhar. Os custos, sem os valores atualizados, totalizam R$ 117.019.542,80.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias