Terça, 26 de Janeiro de 2021 14:17
75 98891-2472
Dólar comercial R$ 5,37 -2.55%
Euro R$ 6,52 -2.19%
Peso Argentino R$ 0,06 -0.23%
Bitcoin R$ 182.025,79 -1.745%
Bovespa 117.711, pontos +0.28%
Economia LEILÃO

Grupo Neoenergia vence leilão da CEB com ágio de 76,63%.

Em disputa com a CPFL, grupo pagou R$ 2,515 bilhões pela companhia.

04/12/2020 11h32
Por: Redação Fonte: EBC
Foto Rede Sociais
Foto Rede Sociais

A Bahia Geração de Energia, do Grupo Neoenergia, venceu, sob representação do CityGroup, o leilão de privatização da Companhia Energética de Brasília S.A (CEB Distribuição), realizado na manhã desta sexta-feira (4), na sede da B3, em São Paulo. O valor de arremate foi de R$ 2,515 bilhões, um ágio de 76,63%.https://agenciabrasil.ebc.com.br/ebc.png?id=1395482&o=nodehttps://agenciabrasil.ebc.com.br/ebc.gif?id=1395482&o=node

De acordo com as regras estipuladas para o certame, o lance mínimo deveria ser de R$ 1,423 bilhão. Com duração aproximada de duas horas, a disputa foi bastante acirrada entre a Bahia Geração de Energia e a CPFL Comercialização de Energia Cone Sul, representada pela BTG Pactual.

A CPFL terminou o leilão oferecendo R$ 2,508 bilhões, um ágio de 76,14%. A terceira concorrente, a Equatorial Participações e Investimentos, representada pela corretora XP, apresentou uma proposta de R$ 1,485 bilhão, um ágio de 4,29%.

O processo de privatização da empresa foi desenhado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O presidente da instituição, Gustavo Montezano, afirmou que a CEB "drenava" recursos públicos que poderiam ser destinados a outras áreas, como educação, saúde, infraestrutura da unidade federativa. Segundo ele, a previsão é de que a concessão atraia R$ 5 bilhões de investimento para a região.

O presidente da CEB, Edison Garcia, reconheceu que a privatização da companhia foi alvo de "muita oposição", mas argumentou que seguiu princípios técnicos e que deve melhorar o serviço. "Chegamos em um prazo recorde, histórico, de privatizações no Brasil, com uma privatização com o maior ágio, o maior número nominal de venda e o maior tempo possível", disse, destacando que o processo todo demorou 11 meses para ser concluído.

Presente no leilão, o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, anunciou que deve privatizar, ainda, a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb). Ele disse que também pretende passar a Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô DF) para as mãos do setor privado, durante a sua gestão.

Disputa judicial

O leilão da CEB distribuição ocorre em meio a uma disputa judicial. Ontem (3), uma decisão do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) determinou a suspensão do certame e condicionou sua realização à aprovação prévia da Câmara Legislativa.

Em despacho, a desembargadora Fátima Rafael disse seguir o entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF), de que a venda de subsidiárias de empresas estatais deve ocorrer com autorização do Legislativo. A decisão atendeu a um recurso protocolado por parlamentares do DF.

“Considerando que o Supremo Tribunal Federal entende pela impossibilidade da alienação do controle acionário de empresas públicas e sociedades de economia mista sem prévia autorização legislativa, mostra-se inaplicável o precedente indicado como paradigma”, afirmou a desembargadora.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Paulo Afonso - BA
Atualizado às 14h08 - Fonte: Climatempo
35°
Poucas nuvens

Mín. 21° Máx. 36°

34° Sensação
22.1 km/h Vento
29.4% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (27/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 36°

Sol com algumas nuvens
Quinta (28/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 20° Máx. 36°

Sol com algumas nuvens
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias