Domingo, 24 de Janeiro de 2021 19:57
75 98891-2472
Cidades DEFENSORIA

43% das pessoas que buscaram a Defensoria vivem com menos de R$ 500 reais por mês.

Defensoria em Paulo Afonso-BA um dos destaques em atendimento a população mais carente.

18/12/2020 18h44 Atualizada há 1 mês
Por: Redação Fonte: BN NOTICIAS
Bruna Peixoto Defensora em Paulo Afonso arduo trabalho em prol dos mais necessitados.Foto Rede Sociais
Bruna Peixoto Defensora em Paulo Afonso arduo trabalho em prol dos mais necessitados.Foto Rede Sociais

A Defensoria Pública da Bahia (DP-BA) analisou o perfil socioeconômico das pessoas que procuraram a instituição durante a pandemia da Covid-19 e constatou uma realidade preocupante: 67,3% tem renda mensal de R$1 mil, e, destas, 43,8% sobrevivem com menos de 500 reais. Além disso, quem mais procura os serviços são pessoas autodeclaradas negras (32,79%) e mulheres (57,8%).  

O período de apuração é de 23 de março a 23 de novembro de 2020. Os dados são gerais e dizem respeito à procura nas 46 comarcas que têm presença da DP-BA no Estado. Nos oitos meses de pandemia apurados, outro dado que reflete a vulnerabilidade social das pessoas a quem a Defensoria dá assistência é a situação profissional, pois 58,9% estavam desempregadas/sem trabalho no momento em que foram atendidas. 

 De acordo com o defensor público geral da Bahia, Rafson Saraiva Ximenes, a coleta de dados é muito importante para dimensionar a demanda pela Defensoria Pública. E ele chama atenção para o fato de que muitas pessoas assistidas pela instituição que auferiam acima de 500 reais estavam com renda baseada no auxílio emergencial. 

 “Com o fim do auxílio emergencial e com a crise econômica, que se agrava por conta da pandemia, a perspectiva é que se aumente muito a procura pela Defensoria por pessoas com renda menor. O percentual de gente em situação extremamente dramática tende a crescer, o que mostra que a Defensoria Pública vai ser uma instituição ainda mais necessária nos próximos anos e que vai precisar de mais investimentos para atender a população”, avaliou Rafson Ximenes. 

Outro dado importante destacado no relatório é que a constituição familiar das pessoas assistidas pela DP-BA é formada majoritariamente por pais e mães com até 3 filhos (71,7%). Genitores e genitoras com dois filhos são a maioria (31%), seguidos daqueles que têm três (27%) e quatro filhos (14%). Pais com filhos únicos seguem na quarta colocação, com 13%. Uma estatística baixa, mas que chama atenção, é que 715 das 100 mil pessoas analisadas tinham 10 filhos ou mais (1,6%). Nos oito meses de pandemia, grande parcela das pessoas acolhidas pela Defensoria Pública tinha entre 20 e 40 anos (54,4%). Outro público expressivo que representa 30,3% dos assistidos está entre 40 e 60. Já os usuários dos serviços defensoriais que têm mais de 60 anos são 11,2%. 

 A maioria das pessoas que procuraram a DP-BA na pandemia terminaram o ensino médio (34,79%), seguidas de perto daquelas com apenas ensino fundamental incompleto (25,30%).  Pessoas graduadas, com Ensino Superior completo, representam apenas 6,6% desse universo. 

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Sobre o município
Paulo Afonso - BA
Atualizado às 19h49 - Fonte: Climatempo
29°
Poucas nuvens

Mín. 22° Máx. 35°

31° Sensação
27 km/h Vento
57.3% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (25/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 36°

Sol com algumas nuvens
Terça (26/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 36°

Sol com algumas nuvens
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias