Quarta, 14 de Abril de 2021 04:13
75 98891-2472
Brasil CONCURSEIROS

ESTUDOS: Saiba como fazer uma boa redação

Para fazer uma boa redação é muito importante que você elimine a ideia de que escrever é muito complicado.

12/03/2021 10h30 Atualizada há 1 mês
Por: Ricardo Fonte: GN NEWS | Valci Sena
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Para começar, reflita sobre o tema da redação e tome nota de todas as ideias que vierem à cabeça. Escreva tudo o que se lembrar, sem se preocupar em colocar no papel de forma bem elaborada. Mais para frente, essas ideias serão organizadas.

Pense também numa citação ou num fato histórico que possa ser referenciado. Isso mostra que você tem conhecimentos gerais. Depois de ter anotado tudo o que veio à cabeça, desenvolva as ideias iniciais. Assim, começam a surgir os primeiros parágrafos do que antes eram apenas ideias soltas. No passo seguinte, estruture a sua redação pensando bem em como fará a introdução das ideias, o desenvolvimento dos seus argumentos, e a conclusão que proponha alguma solução. Agora que grande parte do trabalho já está pronto, utilize conectivos e garanta que o seu texto é coeso e, principalmente coerente, convencendo assim o seu leitor.

Para finalizar, revise o que escreveu fazendo uma leitura atenta. Essa leitura permite corrigir pequenas falhas de desatenção que podem prejudicar o seu texto, por isso, ela é muito importante.

Passo a passo para fazer uma boa redação:

Reflita sobre o tema da redação

Desenvolva as ideias iniciais

Estruture a sua redação

Utilize conectivos e seja coerente

Revise o que escreveu

1. Reflita sobre o tema da redação

Reflita sobre o tema que está sendo proposto e faça um esboço, mesmo mental, sobre o que você sabe sobre o mesmo. Se tiver tempo, fazer um rascunho e enumerar as principais ideias, é uma boa maneira de começar. Fazer perguntas e respondê-las é um exercício que pode ajudar você a montar um esquema.

Exemplo:

Vamos pensar no tema “O papel da sociedade no combate da violência nas escolas”:

O quê? Violência nas escolas.

Como ela acontece? Atritos entre alunos ou entre alunos, professores e funcionários.

Por que ela acontece? Falta de respeito, de limites etc.

Quando ou desde quando ela acontece? Cada vez há mais casos de violência nas escolas.

Onde ela acontece? Acontece dentro ou fora das escolas.

O que pode ser feito? A escola deve envolver a comunidade escolar para momentos de conscientização que incentivem o respeito pelas pessoas.

Desta forma, você delimita a sua abordagem e, com isso, é capaz de apresentar argumentos convincentes sobre os pontos que pretende expor no seu texto.

Além disso, essa organização permite que você não corra o risco de fugir do tema e consiga controlar melhor o seu tempo.

Aproveite para pensar em exemplos, dados históricos ou uma citação que estejam relacionados com o tema da redação. Utilize-os ao longo do seu texto e enriqueça-o.

Há uma coisa importante que é entender a diferença entre tema e assunto. O tema é uma abordagem que pode ser feita de um assunto. No exemplo acima, temos

Assunto: violência das escolas

Tema: o papel da sociedade no combate da violência nas escolas

Outros possíveis temas: formação dos professores para enfrentar a violência nas escolas, os fatores que levam os alunos a serem violentos na escola.

2. Desenvolva as ideias iniciais

Depois de ter organizado as suas ideias no passo anterior, o momento de escrever o seu texto se torna muito mais fácil.

Neste passo, o seu esboço mental, ou rascunho, começa a se transformar em parágrafos com ideias desenvolvidas. Acrescente os exemplos, os dados históricos ou a citação que conseguiu reunir. Todos eles são recursos que valorizam muito um texto, além do que dão mostras de que você tem conhecimentos.

Exemplo:

A violência nas escolas acontece entre alunos ou entre alunos, professores e funcionários. Esse problema tem sido cada vez mais frequente e, por isso, requer um olhar atento para as suas causas. A falta de limites dos estudantes no ambiente familiar é um delas.

As vítimas da violência escolar são atacadas muitas vezes na escola, mas também fora dela. Exemplo disso são as redes sociais, em que os agressores aproveitam-se para pressionar as vítimas e, com isso, deixá-las cada vez mais fragilizadas.

A escola deve envolver a comunidade para momentos de conscientização que incentivem o respeito pelas pessoas. Com essa iniciativa, talvez seja possível sensibilizar a população para a necessidade de assumir o compromisso em acabar com esse tipo de violência, que é um problema de cada um de nós.

3. Estruture a sua redação

A maior parte das redações que você escreve é dissertativa-argumentativa. Esse é o tipo de redação exigido no Enem.

A redação dissertativa-argumentativa é aquela em que você defende uma ideia através de argumentos. Na sua estrutura ela deve conter introdução, desenvolvimento e conclusão.

1. A introdução é usada para contextualizar o leitor sobre o tema da redação, ou seja, após ler a introdução, o leitor saberá as ideias que serão abordadas no seu texto.

A introdução não precisa ser longa, afinal, você apenas deve deixar claro para o leitor as ideias, sem expor os seus argumentos.

2. O desenvolvimento é usado para você argumentar sobre cada uma das suas ideias. O ideal é apresentar dados que mostrem o seu conhecimento, pois essa é uma forma de convencer o leitor.

O desenvolvimento é a parte mais longa da redação, pois é nele que você defenderá as suas ideias com argumentos.

3. A conclusão é usada para apresentar ao leitor o que se pode concluir a partir das ideias que você expôs no desenvolvimento. Para tanto, você deve reunir as ideias e propor uma solução.

A conclusão não deve ser longa. Em média, ela costuma ter o mesmo número de parágrafos que a introdução contém.

4. Utilize conectivos e seja coerente

Uma boa redação precisa apresentar uma sequência lógica. Para isso, utilizamos conectivos a fim de garantir que as ideias não fiquem soltas e que o texto não seja um simples emaranhado de frases.

Assim, entretanto, dessa forma, mas são termos utilizados para oferecer ao texto uma maior ligação entre as frases e as ideias. Além de apresentar uma sequência lógica, o seu texto tem que ser coerente, ou seja, não pode apresentar ideias que se contradigam. Se você for contraditório, não conseguirá defender suas ideias, e o seu texto será confuso e incoerente.

5. Revise o que escreveu

Para finalizar, releia o seu texto.

Isso é muito importante, porque com a leitura final você pode identificar erros de concordância, falta de pontuação, ou um deslize qualquer cometido por falta de atenção. A revisão final dá a você a oportunidade de corrigir certos erros e, assim, não perder pontos na redação por descuidos.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Sobre "ESSA NOSSA LETRA"
"A língua portuguesa, também designada português, é uma língua românica flexiva ocidental originada no galego-português falado no Reino da Galiza e no norte de Portugal. O português foi usado, naquela época, não somente nas cidades conquistadas pelos portugueses, mas também por muitos governantes locais nos seus contatos com outros estrangeiros poderosos. Especialmente nessa altura a língua portuguesa também influenciou várias línguas. Nesta coluna, falaremos sobre "Essa nossa letra" Valci Sena.
Paulo Afonso - BA
Atualizado às 04h12 - Fonte: Climatempo
21°
Muitas nuvens

Mín. 20° Máx. 34°

21° Sensação
17.2 km/h Vento
83.4% Umidade do ar
80% (5mm) Chance de chuva
Amanhã (15/04)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 34°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Sexta (16/04)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 20° Máx. 33°

Sol e Chuva
Ele1 - Criar site de notícias